Unifacisa - mar 25, 2021

6 dicas que todo profissional de Enfermagem precisa saber

 empatia é a capacidade de compreender os sentimentos do outro e envolve três componentes: afetivo, cognitivo e reguladores de emoções. O componente afetivo diz respeito à compreensão dos estados emocionais das outras pessoas. Por sua vez, o componente cognitivo refere-se à capacidade de refletir sobre os estados mentais do outro. Por fim, os reguladores de emoções lidam com a intensidade das respostas empáticas, ou seja, é o controle do quanto as emoções do outro afetam as suas próprias emoções.

Dessa forma, no cotidiano do profissional de enfermagem, a empatia é fundamental para o bom exercício da profissão. Afinal, o enfermeiro ou a enfermeira está constantemente em contato com os mais variados tipos de pessoas e situações delicadas, sendo necessário compreendê-las para desempenhar bem os cuidados de enfermagem.

Porém, é importante enfatizar que a empatia também exige o controle da intensidade das respostas empáticas. Então, cuidado para não permitir que as situações difíceis dos pacientes afetem de forma negativa a sua vida e o seu trabalho.

Essa competência socioemocional pode e deve ser trabalhada desde a graduação. Portanto, busque uma instituição de ensino que ofereça um curso de Enfermagem com uma perspectiva humanista, crítica e reflexiva.

Saber se comunicar é importante

Uma boa comunicação é uma qualidade essencial para ser um profissional de sucesso no mercado de trabalho de enfermagem. Isso porque, no ambiente de trabalho, o profissional da área precisa se comunicar, de forma efetiva, com um grande fluxo de pessoas muito diferentes umas das outras.

O enfermeiro ou a enfermeira deve se comunicar com o médico, com o paciente, com os familiares, com os colegas de profissão, entre outros. Por isso, um bom profissional de enfermagem precisa saber adequar a comunicação de acordo com as necessidades individuais de cada pessoa com quem ele se comunica.

Enfermagem

A inteligência emocional é necessária no dia a dia da profissão

Saber lidar com as emoções é um dos desafios da enfermagem. Logo, destaca-se dos demais o profissional que consegue realizar o seu trabalho com inteligência emocional. Afinal, o enfermeiro ou a enfermeira é quem está mais próximo dos pacientes e familiares e deve ser capaz de transmitir calma e uma boa estrutura emocional para os enfermos e acompanhantes.

Ser um bom profissional de enfermagem significa trabalhar bem em equipe

O trabalho em equipe faz parte do dia a dia do profissional de enfermagem. Portanto, saber trabalhar com os outros profissionais é um importante requisito para obter êxito na profissão.

O enfermeiro ou a enfermeira deve colaborar com um ambiente harmonioso e capaz de transmitir tranquilidade e segurança para os pacientes e familiares. Sendo assim, lembre-se das dicas anteriores e seja empático, comunique-se bem e tenha inteligência emocional para o bom convívio com os colegas de trabalho.

Estudar e se atualizar é essencial

Pesquisas frequentes acontecem na área da saúde, novas tecnologias surgem, novas terapias são desenvolvidas, etc. Dessa forma, estudar e se atualizar constantemente é essencial para o bom desempenho do profissional de enfermagem. Tudo começa com um bom curso de graduação e deve continuar por meio de cursos de extensão, especializações, pós-graduação, entre outros.

Por isso, crie o hábito de estudar desde a faculdade e busque uma instituição de ensino capaz de oferecer toda a infraestrutura necessária para o seu bom desempenho nos estudos.

A escolha certa do curso de enfermagem faz a diferença

Escolher a melhor instituição de ensino e o melhor curso de enfermagem é muito importante para o desempenho do futuro profissional da área. Isso acontece porque um bom curso de enfermagem é capaz de ensinar muito mais do que os conhecimentos técnicos necessários ao enfermeiro ou à enfermeira, pois também ensina as demais qualidades relevantes para o exercício da profissão.

Ou seja, ao escolher o melhor curso de enfermagem, todas as competências citadas neste texto são desenvolvidas ao longo da graduação, por meio de atividades práticas e de um ensino pautado em princípios éticos.

Uma dica importante é optar por um curso totalmente focado na prática, com parcerias locais de estágios extracurriculares, além de projetos de pesquisa e extensão desde o primeiro período. Também é importante avaliar a infraestrutura do campus, então, busque informações sobre os laboratórios e a tecnologia disponíveis para as aulas.

Outros fatores importantes são o conceito MEC e a oportunidade de se realizar atividades comunitárias para favorecer a construção de um currículo atraente.

Sendo assim, a Unifacisa oferece um curso de Enfermagem que prepara o aluno para atuar de forma ética e humanizada e promover e restabelecer a saúde das pessoas. Para isso, a instituição trabalha de forma a garantir uma sólida formação básica, preparando o aluno para enfrentar todos os desafios da profissão e intervir nos problemas/nas situações de saúde/doença do ser humano. Outras vantagens da Unifacisa são as políticas de desconto e bolsas de estudos da instituição, sendo elas uma forma de garantir a realização do seu sonho de conquistar um diploma de ensino superior.

Agora está claro como deve ser o perfil do profissional de Enfermagem e quais são as 6 principais dicas para se destacar no mercado de trabalho e ser um enfermeiro ou uma enfermeira de sucesso. Dessa forma, siga essas dicas para ser capaz de atender bem aos pacientes e construir um bom relacionamento com os colegas de profissão.

Quer ser um profissional de enfermagem de sucesso? Então, conheça, agora mesmo, o curso de Enfermagem da Unifacisa!

Quero conhecer o curso de Enfermagem!

Escrito por Unifacisa

    o passo a passo das formas de ingresso
    Aulas síncronas: o guia de orientações para o estudo em casa
    Guia da carreira medicina o passo a passo do seu sucesso