Unifacisa - nov 9, 2020

Como será o novo Enem digital? Confira as mudanças no exame!

O Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, é feito por milhares de jovens no Brasil e se tornou a principal forma de ingressar no ensino superior no país.

Além de avaliar, por meio de provas, o conhecimento dos estudantes do Ensino Médio nas escolas do Brasil, o exame é utilizado como critério de seleção para ingresso em uma faculdade pública pelo Sisu, bolsa de estudos pelo Prouni ou, até mesmo, um financiamento do Fies, utilizado em faculdades particulares. 

O Enem é feito de forma tradicional, por meio de provas presenciais, desde sua primeira edição, há quase uma década. Contudo, em decorrência da pandemia e das necessidades da inserção da tecnologia na realização da prova, o Exame Nacional do Ensino Médio passará por uma inovação em sua aplicação e cria o Enem Digital. 

Quer conhecer tudo sobre o novo Enem e descobrir como será aplicado? Continue a leitura deste post e confira! 

Como será o Enem Digital?

Trazer a tecnologia para a educação é o maior diferencial para o Enem. Suas principais mudanças consistem na sua aplicação, que, agora, pode ser considerada mais barata e segura. No Enem Digital, o aluno realizará o exame de forma online, diretamente de um computador programado para a realização da prova. 

Porém, apesar dessa facilidade, o Enem não será feito em qualquer computador e em qualquer lugar, então, assim como no modelo tradicional, o candidato fará a prova em instituições selecionadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, o INEP. 

Mas calma, o Enem Digital ainda não está disponível para todo o país, mas está em fase de teste em algumas cidades, como: 

  • Belo Horizonte (MG);
  • Brasília (DF);
  • Campo Grande (MS);
  • Florianópolis (SC);
  • Goiânia (GO);
  • João Pessoa (PB);
  • Manaus (AM);
  • Porto Alegre (RS);
  • Recife (PE);
  • Rio de Janeiro (RJ);
  • Salvador (BA);
  • São Paulo (SP).

Pela estimativa do Ministério da Educação, o MEC, somente a partir de 2026 o novo formato de prova poderá ser realizado em todo o Brasil. 

Principais mudanças no Enem

A estrutura da prova se mantém a mesma, com a realização em dois finais de semana, apenas nos domingos: quatro provas objetivas, com 45 questões cada uma, e uma prova de redação, que, a princípio, está sendo feita de forma manual, porém a intenção é que seja digitada também.

A taxa de inscrição também permanece a mesma, por enquanto, mas a intenção é que o custo também diminua, por conta dos recursos que vão tornar a prova “mais barata”. 

Uma das principais diferenças está na forma de se fazer a prova, já que as questões serão feitas de forma online, em laboratórios de informática das instituições participantes, trazendo maior interatividade na prova, com apoio de infográficos, vídeos e imagens no computador. 

Como devo me preparar para o Enem Digital?

A preparação pro Enem Digital deve acontecer da mesma forma, já que as 4 provas se mantêm com os mesmos assuntos de humanas e exatas. 

Planejamento, dedicação e foco não podem faltar nos seus horários de estudos, pois a prova, mesmo que em formato digital, continua sendo a mais concorrida do Brasil, já que se tornou o principal meio de ingressar na universidade no Brasil. 

Planejar, criar um cronograma de estudos para alcançar seu objetivo, estudar e analisar provas antigas são passos fundamentais para se preparar para o Enem Digital. 

Cronograma de estudos

Cronograma de estudos: o guia completo para alcançar seu objetivo

3 dicas para se preparar para o Enem Digital

1 - Leia sobre atualidades:

Estar atento às atualidades é muito importante para a realização do Enem; então, além de estudar por livros, apostilas e atividades, tire um tempo para acompanhar notícias do mundo, ver vídeos com curiosidades, ler jornais e revistas e buscar outros tipos de informações com base em pesquisas e dados científicos, por exemplo.

2 - Refaça provas antigas:

É muito importante que o aluno, principalmente quem nunca fez o Enem, procure, na internet, as provas passadas do Exame Nacional do Ensino Médio para ter uma noção de como são as questões e se habituar com a prova. Uma excelente dica é que o aluno tente resolver a prova como se estivesse no dia do exame, a fim de treinar agilidade, uma vez que os conteúdos apresentam propostas parecidas. 

3 - Prepare-se para a redação:

A redação é uma das principais formas de se garantir uma boa nota no Enem, e, com certeza, no digital, não será diferente. Não precisa ter medo da redação, mas pratique bastante, além disso, como já falamos aqui, é muito importante estar antenado nos assuntos do cotidiano, pois os temas da redação sempre têm um cunho social importante. Procure fazer, pelo menos, duas redações por semana, com temas já sugeridos e com novos possíveis temas.

Você também pode pedir a um professor ou uma pessoa capacitada que corrija seu texto e aponte coisas que você pode melhorar. Praticando, você se sairá super bem na prova. 

Seu futuro está nas suas mãos!

Agora que você está por dentro do Enem Digital e sabe todas as suas mudanças e melhorias para os jovens do Brasil, não deixe de compartilhar com os amigos, colegas de turma e professores e de se preparar para essa prova, que é a chave de entrada para diversas universidades no país. 

Lembre-se de que você é responsável pelo seu futuro, para isso, é importante se organizar e estudar. Construa um planejamento de estudos, com horas e datas para cada matéria, pois isso vai ajudá-lo a transformar o processo em algo produtivo e prazeroso, fazendo você garantir a sua vaga na universidade que deseja! 

CTA - Newsletter unifacisa

Escrito por Unifacisa

    o passo a passo das formas de ingresso
    Aulas síncronas: o guia de orientações para o estudo em casa
    Guia da carreira medicina o passo a passo do seu sucesso